Facebook Linkedin YouTube

Skytef

14/09/2021

Pesquisa aponta crescimento do uso de pagamentos via aplicativos

 

Pagamentos móveis via aplicativos e outros meios, como pagamento low touch (ausência ou redução de vendedores no processo de compra) vêm registrando grande expansão de acordo com a terceira edição do estudo Panorama dos Meios de Pagamento no Varejo Brasileiro, elaborado pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo – SBVC, em parceria com o Instituto QualiBest.

O trabalho efetuado entre os dias 17 de maio e 18 de junho faz uma radiografia dos principais meios de pagamento utilizados por consumidores e empresas do setor em lojas físicas e online, mostrando que os meios digitais ganharam espaço nos últimos anos. Levando em conta os principais hábitos dos brasileiros, 36% responderam que costumam utilizar PIX no pagamento de compras online. Atualmente, 22% dos pesquisados realizam pagamentos via aplicativo, índice que era de apenas 4% em 2018. 

Lojas Físicas

Nas lojas físicas, cartão de crédito (58%), débito (57%) e dinheiro (68%) são as formas mais empregadas. As empresas entrevistadas permitem pagamento por esses meios. A forma de pagamento depende do tipo de compra e do produto adquirido. Normalmente, bens duráveis são pagos com cartão de crédito, muitas vezes parcelado. Já nas compras de consumo imediato, o mais comum é o uso de cartão de débito.

Ainda nas lojas físicas, 69% das empresas oferecem a opção via PIX em compras. Os clientes já aderiram a esse novo meio de pagamento (39%). O comércio também oferece a opção de pagamento móvel via algum tipo de aplicativo (54%). Interessante é o expressivo crescimento do uso desse meio pelos clientes: em três anos saltou de 4% para 22%.

E-commerce

Nesse método, os principais meios de pagamento oferecidos pelas empresas no varejo online são o cartão de crédito à vista (100%) e o cartão de crédito parcelado (82%). Esta é a opção mais usada pelos consumidores (41%). Em parte, isso se deve à grande presença dos segmentos de bens duráveis no varejo online.

Já 36% costumam usar PIX em compras online. A maioria (55%) dos varejistas oferece a solução de pagamento, e algumas ainda pretendem disponibilizar nos próximos 12 meses. Apenas 7% não utilizam Smartphone para compras online, versus 17% que afirmaram não utilizar mais computador/notebook para comprar online. O pagamento por aplicativos gera curiosidade em quem ainda não o utiliza (21% gostariam de utilizar), assim como o PIX (16%). Também cresce o uso de cashback nas compras online: em três anos, o uso desse meio saltou de 17% para 45% dos consumidores.

A pandemia também provocou aceleração no uso de meios alternativos, como o cashback (programa de recompensa em dinheiro), adotado atualmente por 45% dos consumidores. Cupons de descontos e programas de fidelidade também cresceram em relação às edições anteriores (para 43% 3 29%, respectivamente). Por outro lado, 23% dos entrevistados dizem não usar nenhum desses meios de pagamento.

Carteiras digitais, pagamentos via app e inteligência de dados já não são mais tendência, como há três anos. “É o agora, já está acontecendo. O varejo precisa estar estruturado para aproveitar o momento, com investimentos em Tecnologia da Informação (TI) e produtividade para alcançar resultados superiores”, aponta o estudo. Os autores entendem que a evolução dos meios de pagamento dependerá do comportamento das próximas gerações (nativas digitais) e de sua aceitação de meios de pagamento mais convenientes e seguros, integrados ao smartphone e a wearables (tecnologias que se apresentam na forma de dispositivos iguais ou similares a peças de roupa ou equipamentos vestíveis, como relógios, pulseiras e óculos de realidade virtual).

 

Fonte: Móveis de Valor 

#meiosdepagamento #consumo #varejo #aplicativos #lowtouch #economia #pagamentos #skytef #solucoestef

Skytef - Todos os direitos reservados Politica de Privacidade

by HKL

Este site utiliza cookies para oferecer uma melhor experiência de uso, e ao navegar, você aceita essas condições. Saiba mais

Entendi